segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

A Girl Worth Fighting For


O carnaval não me apraz por aí além.
No ano passado a Mathilde não ligou nenhuma à festa mascarada da creche.
Verdade seja dita que nós nem sequer pensámos numa fatiota para ela, ainda tão pequenina e sem noção do entrudo e seus preceitos mas, como todos iam mascarados,à última da hora pusemos um djellaba miniatura marroquino na mochila só para o caso dela ver todos enfeitados e também querer.
Não quis. E nós tudo bem.

Este ano quis mascarar-se e como a mamy (a avó paterna), com esse propósito, lhe tinha trazido da China um fatinho de chinesa, a princesa escolhida foi a Mulan. Tinha de ser uma princesa :)

E, na sexta-feira, lá foi ela, de Mulan, com uma sombrinha chinesa que era um mimo e um cavalo de peluche (o primeiro peluche que ela escolheu ainda muito pequenina numa feira de de bonecos do Jumbo e a quem agora chama Aladin por causa de um camelo homónimo que conheceu no Verão, em Marrocos).

Lembrei-me entretanto que a única coisa mais arranjadinha de que me mascarei em miúda, embora bem maiorzinha que a Mathilde, devia ter uns 8 anos, foi de chinesa, precisamente, nem de propósito.

3 comentários:

maria disse...

e fotos, não há...devia estar tão gira..

bjnho

Sara disse...

Estava a pensar o mesmo que a Maria :)

M & M disse...

Parece mentira mas é verdade, não tirámos fotografias.
Saímos a correr de manhã e não houve mesmo tempo, para além que ela estava tão excitada com o seu cavalo e sombrinha e totós à princesa Leia da Guerra das Estrelas que não houve hipótese, queria chegar à creche depressa.
Mas informaram-nos que houve fotógrafo na festa e espero vir a ter ao menos uma "para mais tarde recordar" :)
A seu tempo, deverá aparecer por cá, assim espero.