domingo, 19 de novembro de 2006

A Anita é bonita!



A Mathilde descobriu os meus livros da Anita. Adora.

Não liga nenhuma ao "Gato Pompom", nem à "Cabrinha Turbulenta" ou qualquer outro em que a Anita não participe. "O Lobo meu amigo" lá passa porque a reconcilia com o lobo mau do Capuchinho Vermelho e "Um dia na praia", porque tem a Sofia e o João, também lhe agrada mas a Anita é que é importante.

Descobri quando vi "A residência espanhola", em que personagem representada por Audrey Tautou lamentava a escolha do seu nome pela mãe que adorava os livros da Martine, que a Anita da minha infância era uma tradução com origem na Bélgica.

Devido ao interesse da Mathilde encontrei vários nomes noutros países:

Martita - Espanha

Mimmi - Suécia

Tini - Indonésia

Aysegül - Turquia

Cristina - Itália

Ando maravilhada com o regresso àquele mundinho perfeito de Gilbert Delahaye e com as aguarelas de Marcel Marlier, são todos tão bonitos!

O preferido da Mathilde é "Anita no circo", mas a "Anita mamã", "Anita vai às compras", "Anita faz anos", "Anita aprende a ler", "Anita dona de casa" (em que ela olha para a capa e diz que é como ela quando faz bolos com o papá), "Anita no Jardim", "Anita no Jardim Zoológico" deslizam pelo seu colo, páginas viradas atentamente pelos seus dedinhos delicados, todas as noites antes de dormir. Hoje acabou por se render à "Anita e as 4 estações" que era sempre preterida com um "Não gosto deste!"

Mas o circo, ai o circo!, os palhaços, a magia, os elefantes, os leões, os equilibristas... está decidido! Este Natal vamos ao circo.

Os livros da Anita... quem diria...

Qual Ruca! Qual Noddy! A Anita é que é bonita! Quando a noite cai e não só!

2 comentários:

MS disse...

Meu Deus. O que eu gosto dos livros da Anita. Não escrevo gostei, porque ainda gosto muito. Fizeram parte da minha infância..todos os dias uma aventura nova. Ai até eu fiquei sensibilizada só de ler este post..:)

E também digo...estes livros só lhe farão bem..muito bem!!

beijocas Maria e princesas***
Monica Santos

suzait disse...

Quem não se lembra da Anita...eu lembro-me e com alguma nostalgia. Ainda hoje guardo com carinho os meus livros há espera que um dia a minha filha os descubra.

No mês de Outubro no Centro Comercial Colombo esteve uma exposição comemorativa dos 50 anos da Anita, organizada pela Verbo.