segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Casamentos e Baptizados

E por falar em aniversários, este ano comemorámos 15 anos de namoro, 14 de vida juntos e 10 de casamento. 


A Mathilde e a Manon querem casar, com o meu vestido, um dia. 
(Vestido que voltei a vestir e me serve perfeitamente, ainda! Uf! :)


A minha mãe guardou sempre o meu vestido do baptismo e que bom que assim o fez pois pude vesti-lo às duas meninas em anos diferentes. 


Gosto muito dele, é bonito, é simples, é simplesmente bonito, bastante diferente dos vestidos gigantes, rendados  e brilhantes onde enfiam os bebés em pleno Verão, com toucados a condizer, deixando-os enchouriçados, transpirados, tão congestionados que me parece estarem prestes a rebentar. (Também os há, tradicionais, que aprecio mas, no geral, a estética da indumentária da criança a baptizar não me agrada.)


Este do nosso casamento é pouco ortodoxo como, aliás, teria de ser pois a ortodoxia não é uma característica muito prevalente em mim, em nós.




























Se elas ainda o quiserem, suponho que vou adorar que o usem. 


Não podem é casar ao mesmo tempo. Ou então faz-se uma cópia e como é em várias peças, partilham as antigas e as novas e têm o assunto "Something old, something new, something borrowed and something blue" resolvido de uma só vez. 



2 comentários:

Jonas disse...

E que eu adoro a "gravata" do noivo? :)

Crazy_Guitar disse...

É. Faz lembrar uma igual que o baterista da minha banda usou no meu casamento: era amarela e estampada numa t-shirt preta. That was SO Hard Rock! ;-)