domingo, 25 de novembro de 2007

Espírito Natalício II


(Presépio de Cascais - 2007)

Mathilde - Tão giro! Olha Manon! É o meu presépio!
Mamã - Estás a ver Manon? A mamã Maria...
Manon - Mamã!
Mathilde - És tu mamã?
Mamã - Não. É mãe do Menino Jesus, a Maria. E o Papá José...
Manon - Papa!
Mamã - Não Manon é o José, o pai do Bebé, o Jesus.
Manon - Jejus!
Mamã - O papá não se chama José.
Manon - Bebé! Jejusss!
Mathilde - Eu sou o bebé! Está bem mamã?
Mamã - Se queres, sim, és o bebé.
Mathilde - A Manon pode ser ali o Baltazar!
Mathilde - A Manon tem mais ar de anjinho...
Manon - Jejuss! Jinho!

(Lamenta-se a má nitidez do meu telemóvel. Tanto detalhe, um menu tão recheado, tanto "nada pára a modernidade" e afinal... mesmo descontando alguma falta de talento fotográfico o tremelique é evidente...)

2 comentários:

beedrill disse...

que fofas...a Manon um pouco confusa ,mas aos poucos entende...cá por casa é a mesma coisa...eles são o maximo na idade das descobertas..
beijinhos e bom inicio de semana

borrowing me disse...

são verdadeiros anjinhos...

a minha deste ontem passa horas a olhar para a arvore...
diz que quer estar pronta para o pai natal chegar.
ser mãe é bom, mas ser mãe no natal é a cereja no bolo!

bjs