domingo, 24 de fevereiro de 2008

Manon






















Na sala Manon estão a fazer um livro.
Os pais de cada menino escrevem a sua história preferida, ilustram e criam um boneco para contar a história. Vão à sala contá-la e, no final, o livro passará pelas casas de todos os meninos.
Na semana passada fomos lá contar, aliás cantar, a história da Manon.
E foi mesmo, a história da Manon, porque o que ela prefere é a canção que fiz há quase um ano e que lhe canto para a embalar.


Era uma vez uma barriga, redonda como um balão
Uma casa engraçada, como canta outra canção
Feita perfeita com esmero, de estrutura natural
Acabamentos estudados, aquecimento central
Vive nela uma menina, pequenina, a flutuar
À espera que o relógio dê o toque de acordar

Um um… um um… bebé, pedacinho do céu
Meu amor pequenina, o mundo é todo teu

E então a porta abre, a voz soa numa estreia
“Bem vinda” ouve, e aninha-se junto à pele que a rodeia
Os olhos abrem de espanto ante a vida adivinhada
Traz o perfume secreto da essência da morada
Bate no peito um tambor, o ar é novo, inspirado
Abre o gosto, abre os braços, abre o peito apaixonado

Um um… um um… bebé, pedacinho do céu
Meu amor pequenina, o mundo é todo teu

Espreguiça as mãos pequeninas, espreguiça o corpo a crescer
Tem anjinhos seus amigos que velam o adormecer
Estica os dedos, toca o céu, tece um sorriso, matreira
Traz pós de perlimpimpim, a brincar é feiticeira
Única, irrepetível, princesinha pequenina,
Harmonia encantada, sabedoria divina

Um um… um um… bebé, pedacinho do céu
Meu amor pequenina, o mundo é todo teu

Narizinho arrebitado, olhar doce e decidido
Um passo, dois, três, o riso, mais um feito conseguido
Curiosa, destemida, gulosa, determinada
Uma bolacha, duas, três, barriguinha consolada
Caracóis de sóis dourados brincam livres, leves, soltos
A meiguice dita os gestos, entre sorrisos marotos

Um um… um um… bebé, pedacinho do céu
Meu amor pequenina, o mundo é todo teu

8 comentários:

borrowing me disse...

manon,
deves estar orgulhosa da tua mamã...
aposto que todas as outras histórias ficaram a lés desta maravilhosa canção.
muitos beijinhos

ternura disse...

Lindo! E o sorriso maravilhoso!

Beijinhos ternurentos

Confras disse...

Digo eu, cheia de lata, e que tal isto em audio? A letra promete.

A foto está mesmo gira, como a Manon nos vem habituando.

EMF disse...

Simplesmente...Linda!Quase me arriscava a dizer...Quase!Tão linda como essa pequerrucha!Parabens Maria pelas duas!Voltarei ca.

A Loja da Rosinha disse...

A Rosinha não se esquece dos papás e já preparou algumas surpresas. Venha espreitar.
Beijinhos floridos da Ursa Rosinha

JL disse...

Quem és tu, Maria? :)

Catarina disse...

Maria, fiquei absolutamente derretida com o blog!
Tem umas filhas lindas e uma família que deixa qualquer um rendido!
Muitas felicidades! Beijinhos

MS disse...

Já não comentava há algum tempo mas tenho andado atenta.
Deixa-me ( tratamento por tu mas cheio de respeitinho xD) dizer que tens umas filhas lindas e esta Manon deixa-me sempre sempre encantada. Também quero uma menina assim quando chegar a minha vez :P
E está com muita sorte a menina, uma mãe cheia de talento, está sempre bem servida nestas ocasiões que calculo não devem ser fáceis para muitos pais xD